Bate Fácil é bicampeão cinquentão do Guarujá.

capagja

Jogando no campo da Ponte Preta a segunda e decisiva partida final do Campeonato Cinquentão do Guarujá-2016 o G.R. Bate Fácil surpreendeu o único time invicto da competição e venceu com muitas dificuldades pelo placar de três a um. Com esse resultado assegurou a conquista do título de bicampeão já que também havia vencido no ano de 2015.

O jogo:

Com menos de um minuto de jogo a Ponte Preta abriu o placar em um chute forte de Ticó de fora da área que surpreendeu o goleiro Paulo do Bate Fácil que só ficou olhando a bola entrar no gol.

Aos trinta e oito minutos aconteceu o empate, bola lançada na área para o atacante Nenê que não consegue dominar, a bola escapa mas cai no pé de Paulo Leme livre para concluir rasteiro no canto direito de Renato. Houve reclamações de toque de mão no lance de Nenê mas a arbitragem não considerou faltosa. Final de primeiro tempo Ponte Preta 1×1 Bate Fácil.

A Ponte Preta trocou três jogadores no intervalo: Miltinho (ex-profissional da AAP), Benê e Medeiros entraram no time. O Bate Fácil continuou com o mesmo time.

A Ponte Preta iniciou melhor o segundo tempo de jogo dominando o adversário. Aos oito minutos teve uma chance claríssima de gol com o atacante Alemão, dentro da área chutou forte, mas a bola desviou no zagueiro e saiu rente a trave para escanteio. Perdendo o domínio do meio de campo o Bate Fácil faz a primeira mudança em sua equipe, saiu Nêgo Dinho e entrou Ivonaldo. A situação piorou para o Bate Fácil aos dezesseis minutos, o zagueiro Juca tomou o segundo amarelo e foi expulso ao impedir um contra-ataque da Ponte Preta. O treinador Osvaldo substituiu o atacante Nenê por Marcelo para recompor a sua zaga. Com um jogador a mais o técnico da Ponte Preta substituiu o lateral Medeiros pelo atacante Carroceiro, jogador de velocidade, muito pedido pela torcida do time. O treinador do Bate Fácil vendo o seu time acuado na defesa também optou por colocar em campo um jogador de velocidade para explorar os contra-ataques, entrou Churrasquinho no lugar do volante Ivonaldo, que entrara dez minutos antes. Aos vinte e nove minutos a situação complicou de vez para o Bate Fácil com a expulsão de Ailton por fazer uma falta violenta no atacante Ticó. Com dois jogadores a mais a Ponte Preta avançou todo o time mas jogava errado, levantando bolas de longe na área ao invés de explorar o jogo pelas pontas. Mas os dez minutos finais foram fatais para a Ponte Preta que se descuidou na defesa e permitiu três contra-ataques rápidos do adversário que resultaram em mais dois gols para o Bate Fácil. Aos trinta e sete minutos Enéas lançou o rápido Churrasquinho que dominou a bola cara a cara com o goleiro já fora da área, driblou o goleiro e um zagueiro que veio na cobertura e rolou para Paulo Leme sozinho fazer o segundo gol. Já nos acréscimos saiu o terceiro gol que definiu de vez o título para o Bate Fácil, jogada de ataque da Ponte Preta pela esquerda, o lateral Mazinho levanta a bola na área, o zagueiro Marcelo corta de cabeça para Pelézinho na lateral e mesmo pressionado por três adversários passa a bola para Enéas no meio de campo e dispara para o ataque, Enéas domina e lança Paulo Leme que percebendo a velocidade de Pelezinho deixa a bola passar, o goleiro Renato teve que sair na lateral esquerda para combater mas foi driblado e tranquilamente o lateral dominou a bola e foi sozinho até próximo ao gol definindo o placar de três a um em cima de dois zagueiros que já estavam em baixo das traves. Vitoria da garra de um time com muitos jogadores experientes, que estava com dois jogadores a menos em campo, dominado, que soube suportar a pressão do adversário e reagiu no momento final da partida.

Os times:

G.R. Bate Fácil – Paulo, Pelezinho, Juca, Renato e Tengo; Nêgo Dinho (Ivonaldo) (Churrasquinho), Michel, Enéas e Ailton; Nenê (Marcelo) e Paulo Leme.

A.A. Ponte Preta – Renato, Givaldo (Medeiros) (Carroceiro), Levi, Rui e Mazinho; Branco, Nina, Zé Carlos (Benê) e Ticó; Murici (Miltinho) e Alemão.

Na primeira partida realizada uma semana antes no campo do Bate Fácil aconteceu um empate em dois gols.

O campeonato Cinquentão do Guarujá 2016 foi organizado pela Comissão organizadora de futebol de GuarujáCOFAG e contou com a participação de 17 times.

 

Gostou? Então deixe um comentário!

A Tribuna

O guardião da várzea santista

Login


who's online