Paquetá F.C.

10 de agosto de 2009 por     11 Comentários    em: Paquetá F.C.

Paquetá F.C. - Varzeasantista.com

Tradicional equipe de futebol da várzea de Santos, o Paquetá Futebol Clube foi fundado em 01 de Novembro de 1945 por um ex-jogador profissional do Hespanha F. C., Waldemar Raposo e alguns amigos, na época todos moradores nas proximidades das ruas João Pessoa, esquina com Aguiar de Andrade, que assistiam todas as tardes os jogos que os garotos disputavam nos campinhos improvisados nas ruas do bairro. Segundo nos conta Valdemar Augusto Júnior (Mazinho), que nos cedeu seu acervo de fotos do Paquetá, naquela época era comum aos garotos disputarem torneios de futebol entre as turmas das duas ruas, os times se reuniam em casas das famílias entre as quais a do Dominguinhos na Rua Aguiar de Andrade e na do Raposo na João Pessoa e de lá saiam para disputar os jogos.

Nesses jogos os garotos não tinham uniforme e para diferenciá-los cada time usava gorrinhos na cabeça, e cada time tinha a sua cor de gorrinho. Ao ser fundado, o Paquetá F. C. adotou as cores preto e branco para os seus uniformes. O time não tinha sede própria, seus uniformes e troféus conquistados em torneios e festivais, ficavam guardados na residência da família Raposo e eram cuidados com muito carinho por Dona Maria, sua avó e por Dona Conceição, sua mãe. Duas grandes conquistas foram obtidas pelo Paquetá na várzea de Santos, uma foi à conquista do Torneio de Seleção dos Bairros em 1957 sob o comando de Dominguinhos e Tino e a outra o bicampeonato em 1962 sob o comando de Dominguinhos e Puca. Para defender a seleção do Paquetá nesses Torneios era obrigatório contar só com jogadores radicados e nascidos ou criados no bairro. Naquela época os times do bairro eram Vera Cruz, Marinheiros, Paquetá e Brasília.

Outro orgulho do pessoal do Paquetá, como o futebol e carnaval sempre andaram juntos, foi a criação do Bloco Carnavalesco Agora Vai, fundado em 1947, idealizado por Waldemar Noschese , Hugo Paulucci, Waldemar Raposo e seus amigos, que durante cerca de vinte e cinco anos desfilou no sábado anterior ao carnaval pelas ruas do centro da cidade. O primeiro desfile do bloco saiu da casa da família Raposo e a turma usava como fantasia uma saia de cordas desfiadas e sutiã confeccionado de metades de casca de cocos secos.

11 Comentários + Comente

  • Fico muito contente em ver o time de coração do meu falecido Pai o Dominguinhos no site, pois eu nasci no Paqueta na Rua Aguiar de Andrade 105 e digo com muito orgulho que meu Pai foi tecnico do Paqueta por muito tempo e Campeão do Torneio dos Bairros em 57 onde eu estou na foto no colo do meu tio VADICO o artilheiro do torneio em 57 e em 62 o meu Pai tb era tecnico, lembro bem do Toninho Raposo, Lanzudo do goleiraço Moraes, da bomda no pé do Delfino da classe do Vicente |Bullo, Reinaldo, Carlinhos que foi profissional do Santos FC, meu Pai com certeza iria ficar muito contente e orgulhoso dessas materias sobreo Paquetá, obrigado Jair

  • Amigo Jair, ficou demaisssssssssssssssssssss!!!
    Está sensacional. Vai fazer o pessoal da “velha guarda” chorar. Sinceramente me faltam palavras de agradecimento pelo trabalho, pelo carinho que voce dedica a toda familia varzeana.
    Abraços
    Mazinho

  • Gostei muito do escudo do Paquetá.

    saulobotafogo.blogspot.com

  • Achei fantástico esta página, pois aqui em Paranaguá, possuía-mos dois times de futebol, o Seleto e o Rio Branco, e na época de ouro do café, nossos times em sua maioria dos atletas de fora eram quase que todos oriundos de Santos, que honraram as camisas de nossos clubes e, como Mandrake, Pelezinho, Fabio, Helio goleiro, Duilio, quarentinha e tantos outros que passaram por aqui, foram embora ou ficaram e constituiram familia, terminando a maioria trabalhando no Porto de Paranaguá, vou procurar levantar a maioria deles e postar aqui para registro. Meus parabens pela brilhante iniciativa.

  • Parabéns pelos arquivos!
    Será que podem encotrar fotos do PAQUETA da década de 70 e 80, gostaria muito de ver essas fotos pois meu pai e meus tios jogaram lá essa época.
    Obrigado.

  • PAQUETÁ! Grande Bairro e

    PAQUETÁ! Grande Bairro e Grandes CLUBES.

    Hoje, só SAUDADES.

    Abraços.

    Nélson Sargento.

  • Parabéns, muito bom o trabalho, joguei no Paqueta FC nasci em Santos.
    Fui campeão do torneio da Marinha com o Paqueta em 1976, fiquei fiel com as fotos do meu time, rever colegas de muitos domingos da várzea Santista.
    Sou o Conhaque hoje moro em São João da Boa Vista – SP

  • Parabens Jair, saudades desse time que arrebentava nos campos do BNH, hoje SESC.
    Sou filho do Ditinho e segundo meu pai o verdadeiro campeão do torneio dos marinheiros foi o paquetá e não o onze como alguns dizem por aí.

  • Marcelo, aconteceram dois Torneios da Marinha, um em 1975 em que o XI Santista do Macuco foi o campeão e o outro logo a seguir que terminou em Janeiro de 1976, em que o Paquetá foi o campeão ao vencer o Flórida na prorrogação por um a zero.

  • Sou o Luciano filho da dona Zefa da mercenária da João Pessoa entre a Aguiar de Andrade e a Dr.Crocane onde ficou por algum tempo os troféus do nosso eterno Paquetá , joguei com o Índio, Zenon, Nivio, Alemão, Calota e Roberto na época de 1975/1976. Vai Caveira!

  • Isso sem falar, do Palmeirinha do Paquetá, Pedra 90 e Os Bagre da Estiva, Cotêz, Paiva e Piratininga. Saudades dos festivais! Vai Caveira!

Gostou? Então deixe um comentário!

A Tribuna

O guardião da várzea santista

Login


who's online